CADEIRA LOOS CAFÉ MUSEUM | ADOLF LOOS | GEBRÜDER THONET VIENNA

LOOS CAFÉ MUSEUM

1898

Um objeto refinado e atemporal. Elegância, leveza formal e vida cotidiana. A famosa cadeira de Adolf Loos revive hoje graças as novas técnicas de produção, mantendo a qualidade artesanal que lhe deu origem. Inspirado nos modelos n. 14 e n. 30 do catálogo Thonet e no. 248 do catálogo Kohn, o Museu Loos Café foi projetado em 1898 para mobiliar o famoso Museu do Café em Viena. Inovador em sua estrutura, graças ao uso de estruturas de seção elíptica em vez de redondas para dar grande leveza à cadeira sem afetar sua estabilidade, o Loos Café Museum tem a estrutura do assento curvada em uma única peça com ou sem modulação de sela. A parte traseira é seção parcialmente oval.

DIMENSÕES

0.41 X 0.53 X 0.87 h

(1870 – Kalksburg, Viena, 1933), foi um arquiteto e um representante de uma renovação na arquitetura.
Em forte contraste com o ecletismo de Viena e particularmente com a Secessão, sua arquitetura estava livre de todas as superestruturas ornamentais, e a forma tinha que responder o mais diretamente possível às expectativas e necessidades humanas. Em seus escritos, ele ilustrou sua aversão a todos os tipos de ornamentos e sua teoria que elogiava a utilidade da produção de itens simples e funcionais.
Loos é considerado um dos fundadores do Racionalismo Europeu e, em geral, do gosto arquitetônico moderno.

MATERIAIS

Cadeira curvada em madeira de faia com secção elíptica. Cana tecida, madeira compensada ou assento estofado.