POLTRONA COSTELA | MARTIN EISLER | TACCHINI

COSTELA

2019

Tacchini tem o prazer de relançar a poltrona Costela por Martin Eisler, ícone do design brasileiro dos anos 50. Uma poltrona elegante e informal. Com sua estética sensual, materiais naturais e design inteligente, oferece personalização sofisticada. 

Costela é um paradigma de design criativo. A idéia fundamental sobre a qual a cadeira é construída é a bela estrutura, com suas costelas de madeira que abrangem o assento e as costas, e a conclusão funcional e estética dos detalhes, garantindo conforto absoluto com um estilo extremamente natural em sua posição quase aleatória.

Exclusividade MICASA Brasil.

DIMENSÕES

0.74 X 0.80 X 0.83 h

0.74 X 0.55 X 0.40 h (banqueta)


Nascido em Viena em 1913. Em 1938, mudou-se para Buenos Aires, onde imediatamente começou a realizar sua primeira exposição de design e móveis na Galeria Müller, que se tornou o Escritório Nacional de Belas Artes em 1940, no Palais de Glace. Em 1945, fundou a empresa Interieur com Arnold Hackel, que vendia móveis e objetos projetados pela dupla, iniciando sua carreira como designer. Seu trabalho também o levou ao Brasil, onde em 1955 ele estabeleceu uma parceria com Carlo Hauner, da empresa Móveis Artesanal, e tornou-se diretor de arte da empresa Forma, em São Paulo. A experiência de Eisler no Brasil despertou seu interesse em madeiras exóticas e técnicas de envernizamento e lacagem em madeira, vidro e bronze. Os dois negócios de Eisler começaram a trabalhar sinergicamente, produzindo móveis de grande sucesso na Argentina e no Brasil, que culminaram com a assinatura de um contrato com a Knoll International entre o final dos anos 50 e o início dos anos 60.

MATERIAIS

Estrutura: ripas de freixo de poros abertos em várias cores. Base metálica Ø 20 mm pintada T07.
Acolchoamento: espuma de poliuretano de densidade diferenciada.
Estofamento: tampa não removível.